segunda-feira, 31 de dezembro de 2018

Despedidas

Estamos nos despedindo de mais um ano.
Com já não tenho mais charges sobre o tema, além das já publicadas aqui, estou postando algumas com que SamPaulo homenageou quem se foi.
Um FELIZ 2019 para todos nós e muito obrigada pelos quase 110.000 acessos!

Jotabê / julho de 1960
Jotabê era o pseudônimo do portoalegrense João Bergmann, que publicava suas crônicas diárias na Folha da Tarde. Sua coluna se chamava "De ontem para hoje".


Che Guevara/ outubro de 1967

"O assassinato John F. Kennedy, Presidente dos Estados Unidos, ocorreu em novembro de 1963, em Dallas. Kennedy foi mortalmente ferido por disparos enquanto desfilava num carro aberto.
Três investigações oficiais concluíram que Lee Harvey Oswald foi o assassino. Uma delas concluiu que Oswald atuou sozinho e outra sugeriu que atuou com pelo menos um cúmplice. Oswald foi assassinado dois dias depois, durante sua transferência de uma prisão para outra.
Estes assassinatos até hoje são sujeitos a especulações e dúvidas, originando um grande número de teorias de conspirações." (Wikpédia)
Che Guevara, assassinado em outubro de 1967, no meu entendimento, dispensa apresentações.

 
João Saldanha/ julho de 1990
 
 
Ulisses Guimarães, o Senhor Diretas/ outubro de 1992
 

Mussum, um dos "Trapalhões"/ julho de 1994
"popularizou o seu modo particular de falar, acrescentando as terminações "is" ou "évis" as palavras arbitrárias (como forévis, cacíldis, coraçãozis)".
 
 
Foguinho (Oswaldo Rolla)/ 1996
 
 
Antoninho Gonzales/ 1996


 

quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Final de ano = presente e prêmios ARI do SamPaulo!

Vou começar pela sugestão de presente, rsrsrs
Em setembro deste ano foi lançado o livro "Ria por favor" com cartuns de Sampaio, meu pai, irmão mais velho do SamPaulo e falecido em 20017.
Mil exemplares foram distribuídos e agora está sendo vendido por um preço acessível para que mais gente possa conhecer o seu trabalho.
O livro está à venda na loja virtual da Editora Insular e, sem falsa modéstia, é um ótimo presente!
Abraço a todos,
Maria Lucia
 http://loja.insular.com.br/product_info.php/products_id/1197



Prêmio ARI (Associação Riograndense de Imprensa)
Esta premiação existe desde 1958 e SamPaulo recebeu 16 vezes o primeiro lugar e 6 vezes o segundo, sempre na categoria Charge. 
Costumava chamar o prêmio, em dinheiro, de seu "13º salário", rsrsrs
Depois de sua morte, em 1999, a ARI deu o nome de "SamPaulo" ao prêmio.
Infelizmente, no ano passado e neste, o premio de charge não leva mais o nome dele. Não sei porque...
p.s. as charges desta postagem, com suas legendas, foram expostas na UFRGS, no final dos anos 1990.

Vamos aos merecidos prêmios ARI do SamPaulo:

1964/ 1º 
Guerra Fria, queda de Kruschev e neste mesmo ano a queda de Jango.
Publicada no Diário de Notícias em 16 de outubro

1965/ 1º 
- Uéeee...??? Você não vai?
- Ainda não, vou esperar o ato das 10 hs.

"A ditadura brasileira em plena 'safra' de atos institucionais.
E SamPaulo registra, sem perder o trem da história"
Publicado da Folha da tarde em 4 de novembro

1967/ 1º 
"A família brasileira está acostumada a viver com dificuldades e decepções.
É um dia-a-dia difícil, mas sempre podemos olhar com um pouco de humor quando SamPaulo entra em ação."
Publicado na Folha da Tarde em 18 de outubro.

1968/ 1º 

"O humor de SamPaulo respinga no Vaticano.
Na ocasião uma encíclica papal considerou proibido o uso de um novo método contraceptivo: a pílula!"
Publicado na Folha da tarde em 6 de julho.

1969/ 1º 
"Neste episódio a Igreja Católica faz uma revisão e cancela algumas canonizações, fato que não escaparia à rápida 'pena' do chargista."
Publicado em 5 de abril.

1970/ 1º 
"SamPaulo utiliza a figura do humorista Golias para fazer uma ironia sobre a supervalorização da área onde seria implantado o futuro Parque Assis Brasil, em Esteio, na Grande Porto Alegre.
Publicado na Folha da Tarde em 26 de janeiro.

1971/ 1º lugar
"Neste ano o Rio Grande do Sul viveu uma situação que parece inacreditável: a crise do leite. O Estado não era autossuficiente na produção leiteira e o produto passou a ser racionado.
A solução encontrada para abastecer as mamadeiras do gauchinhos foi 'importar' leite de São Paulo."
Publicado na Folha da Tarde em 6 de julho.

1972/ 1º lugar
"Um episódio chocou o mundo neste ano, o assassinato de atletas israelense nos jogos Olímpicos de Munich."
Publicado na Folha da Tarde.

1974/ 1º lugar
"A eleição de 1974, quando no Brasil só havia dois partidos, a vitória do MDB (oposição) recebe o apoio de Érico Veríssimo e Chico Buarque,"
Publicado na Folha da Tarde em 18 de novembro.

1977/ 1º
Assunto muito em voga: a ecologia. Muitos a defendiam e outros a condenavam;
Mas todos riam quando SamPaulo entrava em cena."
Publicado na Folha da Tarde em 21 de maio,

1979/ 2º 
O cotidiano às vezes pode ser cruel em um estado que se vangloriava de ter nos seus pastos os melhores rebanhos do país e de realizar uma feira do porte da Expointer. Isto não significa, infelizmente, que as proteínas da carne estejam na mesa de todos!
Publicada na Folha da Tarde de 1 de setembro.

1980/ 2º 
 "Delfim Netto, Ministro da Fazenda, Flamengo campeão nacional e inflação galopante, ingredientes suficientes para SamPaulo garantir o bom humor dos seus leitores."
Publicado na Folha da Tarde em 7 de junho.

1982/ 2º 

"Na Copa do Mundo na Itália, o Brasil foi eliminado pela equipe dona da casa com três gols fulminantes do artilheiro Paulo Rossi."
Publicada na Folha da Tarde em 6 de julho. 
p.s. a Rossi era uma grande fabricante de armas.

1983/ 2º 
 "SamPaulo comenta as duas superproduções vencedoras do Oscar naquele ano: E.T. e Gandhi."

1984/ 2º 
O movimento dos trabalhadores sem terra ganha cada vez mais importância.
Publicado no jornal Kronika, na segunda quinzena de setembro.

1985/ 2º 
"Com seu lápis sempre afiado, SamPaulo retrata dois elementos da sociedade brasileira da época: a Nova República e o BNH (Banco Nacional da Habitação)."
Publicado na Zero Hora em 22 de junho.

1986/ 1º
 "Nas eleições daquele ano, para surpresa geral, o PDT de Brizola rejeita a aliança com o PMDB e se alia  com o conservador PDS."
Publicado na Zero Hora em 2 de agosto.

1990/ 1º 
"Aqui SamPaulo nos faz rir do episódio inesperado do confisco da poupança feito nos primeiros dias do governo Collor, pela ministra Zélia Cardoso de Melo."
Publicado na Zero Hora em 17 de março.

1991/ 1º 
"A ministra Zélia é alvo da ironia de SamPaulo quando lança um livro relatando o relacionamento que teve com o também ministro Bernardo Cabral."
Publicado na Zero Hora em 19 de outubro.

1994/ 1º  
"Personagem símbolo de SamPaulo, Sofrenildo ganhou o público por se aproximar da realidade da sociedade brasileira. É possível compará-lo ao cidadão comum, acostumado a conviver com desgraças e alegrias num cotidiano social injusto."
Publicado em Zero Hora em 20 de março.

1997/ 1º 
"O governador Antonio Britto, do PMDB, sendo presenteado pela GM (para quem ofereceu isenções e benefícios fiscais  para instalar-se no RS), sob o olhar nada amistoso dos professores, brigadianos e funcionários das empresas em vias de extinção e privatização."
Publicado  na Zero Hora em 9 de agosto.

1998/ 1º
Frase do presidente da época, Fernando Henrique Cardoso:
 "Vida de rico é muito chata."

Créditos da exposição:


terça-feira, 13 de novembro de 2018

Ontem como hoje! Tomo II

*1958 

*1987 8 11
Entrevistando algum ministro (daquela época, é claro, rsrsrs).
 

*1987

*1986 9 3
Dílson Funaro foi Ministro da Fazenda no governo de Sarney
 

*1991 4 27

*1996 3 26
Hoje não se fala mais que os escândalos acabam em pizza...
 


 


quarta-feira, 7 de novembro de 2018

ontem como hoje!

*anos 1950
José Soriano de Souza Neto, conhecido como Soriano Neto, é tido como um dos maiores civilistas brasileiros e liderou o movimento de redemocratização por ocasião do Estado Novo.
 


 *1990
 
 

*publicada em 1992 no livro "De Pedro a Collor", da Editora AGE
 
 
 
 *1995


p.s. - dentro da  programação da 64º Feira do Livro de Porto Alegre, amanhã, 8 de novembro, o jornalista, advogado, escritor, cozinheiro e apresentador de televisão Anonymous Gourmet (na vida real, José Antônio Pinheiro Machado) será  entrevistado por jornalistas da ARI.
Às 17 hs, no Salão de Bridge do Clube do Comércio (Rua dos Andradas, 1085 2º andar).
 
 O livro "Ria por favor" com as charges de Sampaio (irmão mais velho de SamPaulo) publicadas na Revista do Globo (1947 a 1955), está sendo distribuído na banca da ARI na Feira, para quem quiser conhecer o seu trabalho e rir sem favor algum!








 

 









 

 



 

sábado, 27 de outubro de 2018

Eleições de outrora na visão de SamPaulo

13.9.1958


30.9.1958 (naquele tempo também havia lama)

 
6.10.1960


em 1974, a ARENA perdeu feio para o MDB no Rio Grande do Sul! Brossard foi eleito senador
 e para a Assembleia Legislativa foram eleitos 33 deputados do MDB e 23 da ARENA.
 Infelizmente, não achei nada sobre o jingle, apesar de lembrar da história.