segunda-feira, 12 de abril de 2021

60 anos da primeira viagem de um homem ao espaço

Foi em 12 de abril de 1961 que o cosmonauta* Yuri Gagarin (ou Юрий Алексеевич Гагарин) deu uma volta ao redor da terra, num voo que durou 108 min. Foi uma vitória da União Soviética sobre os EUA na chamada "corrida espacial"!

* para os norte americanos eram astronautas e para os soviéticos eram cosmonautas.  Ástron (que significa estrela) ou cosmo (o mesmo que universo) + nautes (navegante ou marinheiro). 


No meu acervo, só encontrei esta charge específica sobre Gagarin.  No mesmo dia em que ele fez o seu passeio no espaço, começou em Jerusalém o julgamento de Adolf Eichmann, responsável durante a 2ª Guerra pela deportação de centenas de milhares de judeus para campos de concentração.

O prédio do tribunal em Jerusalém parecia uma fortaleza. Centenas de policiais controlavam as saídas. Especialmente para os 500 jornalistas que faziam a cobertura do julgamento, foi montada uma sala com telégrafos e telefones. Protegido por vidros blindados, o réu insistiu o tempo todo em sua inocência.

https://www.dw.com/pt-br/1961-julgamento-de-adolf-eichmann/a-785685


Depois desta primeira viagem espacial tripulada, muitas e muitas outras se seguiram. 




Em 1962, Jonh Glenn, foi o primeiro astronauta dos EUA a viajar no espaço:

Em 1998, o mesmo astronauta, aos 77 anos, esteve novamente no espaço. E neste ano, estourou nos EUA um escândalo com a revelação de que o presidente Clinton teve relações sexuais no Salão Oval da Casa Branca com uma estagiária.


Mais em:


Antes de enviar um ser humano ao espaço, foram feitos testes com cachorros e camundongos, gerando protestos em função da morte de alguns deles.



A corrida espacial entre a  União Soviética e EUA, havia iniciado em 1957.

Os soviéticos foram os primeiros a mandar um satélite artificial ao espaço, o Sputnik I, em 4 de outubro de 1957. A ação russa foi interpretada pelos norte-americanos como um desafio e, quatro meses mais tarde, colocaram em órbita o seu satélite, Explorer I.




E em meio à corrida espacial, em 1962, a manchete do Diário de Notícias é muito atual, rsrs


E em 1965, pela primeira vez, dois astronautas norte americanos vão juntos ao espaço.


Em 17 de julho de 1975, 
o projeto Apollo-Soyus onde as naves espaciais Apollo, americana, e Soyus, soviética, encontraram-se e se acoplaram no espaço põe fim à corrida espacial.



Dia 9 de abril, morreu o príncipe Philip, marido da rainha Elisabeth e parece que nem tudo foi tranquilo na relação do casal real. Em 1957, houve rumores de que Philip teria traído a rainha.


A história está aqui:



E ontem, houve em algumas cidades brasileiras uma "Marcha da Família Cristã pela Liberdade".
Quem lembra das "Marchas pela Família com Deus pela liberdade" convocadas pela  TFP (Sociedade Brasileira de defesa da Tradição, Família e Propriedade), antes do golpe de 1964?
















sábado, 3 de abril de 2021

Feliz Páscoa com SamPaulo!

 Prezados,

o acervo completo de SamPaulo está no Delfos - Espaço de Documentação e Memória Cultural - PUCRS. Antes da doação, digitalizei muitas charges, mas sobre alguns temas o meu "estoque" acabou.

Então, nesta Páscoa, assim como em 2020, vai ser só repeteco. Obrigada pelos acessos, um grande abraço a todos e Feliz Páscoa! 

Maria Lucia, editora


Já nos anos 1960, na época da Páscoa, peixe e chocolates subiam de preço!









A Sexta-Feira Santa, é dia de sacrifícios para os católicos, pela morte de Jesus. Como a refeição deveria ser simples. Na época, a carne vermelha era um artigo de luxo e o peixe era abundante e barato, por isto a escolha do peixe. 

Não parece hoje a carne ser artigo de luxo? rsrs


E os ovos de Páscoa?

“o ovo é um símbolo bastante antigo, anterior ao Cristianismo, que representa a fertilidade e o renascimento da vida. Muitos séculos antes do nascimento de Cristo, a troca de ovos no Equinócio da Primavera (21 de março) era um costume que celebrava o fim do Inverno e o início da primavera. Para obterem uma boa colheita, os agricultores enterravam ovos nas terras de cultivo. Quando a Páscoa cristã começou a ser celebrada, a cultura pagã de festejo da Primavera foi integrada na Semana Santa.”*



Eram chamadas de coelhinhas as moças que trabalhavam nos eventos patrocinados pela Revista Playboy e se vestiam de coelhinhas sexy´s:



E parece que os tempos não mudaram muito:


*https://pt.wikipedia.org/wiki/Ovo_de_P%C3%A1scoa#Origem

quarta-feira, 31 de março de 2021

DITADURA NUNCA MAIS!

Quem não viveu a ditadura militar brasileira, instaurada através de um golpe de estado em 31 de março de 1964,  pode  até tentar imaginar como foi este período, mas me parece bem difícil que chegue próximo da realidade.

Foram 21 anos de ditadura: repressão a toda manifestação contrária ao regime, perseguição e prisões arbitrárias, total desrespeito aos direitos humanos, restrições à participação política, tortura e morte dos opositores ao regime, censura à imprensa e às artes, exílio, cassação de políticos, deposição de autoridades eleitas, aumento da desigualdade, reformas do ensino (supressão de matéria que estimulavam a reflexão), início da devastação da Amazônia com a perseguição  e morte aos que se opuseram, desmantelamento das universidades, falta de transparência, corrupção e o medo que nos acompanhava. E por isto gritamos: DITADURA NUNCA MAIS!

Maria Lucia, editora


1972


1980


Ao chegar ao poder os militares extinguiram os partidos políticos, mas em 1966 criaram a ARENA (Aliança Renovadora Nacional), partido oficial do governo, e o MDB (Movimento Democrático Brasileiro), uma oposição controlada. Na época chamados de o "partido do sim" e o  "partido do sim, senhor".






A CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil)
ligada à Igreja Católica, 
desempenhou importante papel na luta contra a ditadura.




Houve um momento, em 1984, que só a Argentina vivia numa democracia:


Mais charges de SamPaulo sobre o golpe de 1964:


http://sampaulocartunista.blogspot.com/2014/11/coisas-da-ditadura.html

Sobre a ditadura brasileira:

https://memoriasdaditadura.org.br/







sábado, 27 de março de 2021

SamPaulo e o Canal de Suez!

Imagino que os mais jovens não sabem muito sobre o Canal de Suez, que agora volta à mídia. *¹

Pois em 1956, em pleno período da "Guerra fria", o canal foi o centro de uma crise mundial ao ser nacionalizado pelo Presidente do Egito, Gamal Abdel Nasser.

Antes disso, era explorado por empresas da França e da Inglaterra, países parceiros de Israel que reage declarando guerra ao Egito, que era apoiado pela União Soviética.

A ONU, então, cria uma força de emergência inicialmente composta por 10 países, entre eles o Brasil.

A chamada "Força Internacional de Paz" se instalou na Faixa de Gaza, "criando uma zona neutra e estabelecendo a Linha de Demarcação de Armistício, que nada mais era do que a divisa física entre Egito e Israel." *²

Contingentes do exército brasileiro foram enviados ao Oriente Médio entre 1956 e 1967






No Panamá, a nacionalização do Canal de Suez, desencadeou nova onda de demandas contra o controle e a posse do canal interoceânico pelos Estados Unidos:


Cerca de 1.150 soldados gaúchos integraram a missão.

Charges publica das em 1964, no livro "H,U,M,O,R do 1º ao 5º.


*¹ 
https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2021/03/26/navio-encalhado-ever-given-canal-de-suez-efeitos-brasil.htm

*² https://pt.wikipedia.org/wiki/Crise_de_Suez



segunda-feira, 15 de março de 2021

Salve, Edgar Vasques!

Não é a primeira vez que recorro a outros cartunistas para publicar sobre fatos que SamPaulo, falecido em 1999, não vivenciou e a pandemia é um deles. 

Hoje, pego emprestada a sensibilidade do gaúcho Edgar Vasques (amigo e admirador do SamPaulo) expressa na voz de seu personagem Rango que no ano passado completou 50 anos e, infelizmente, continua atual!










Aqui, Edgar fala sobre sua carreira e sobre o Rango:

E para quem ainda não conhece o cartunista: