segunda-feira, 20 de maio de 2024

Tristeza no Rio Grande do Sul

É muito doloroso ver o que está acontecendo, principalmente, sabendo que em Porto Alegre a tragédia poderia ter sido evitada.

Como diz o jornalista Jeferson Miola: "Não é catástrofe, é crime. Especialistas, acadêmicos e cientistas convergem no diagnóstico de que falhas da Prefeitura na manutenção do sistema de proteção contra enchentes causaram a inundação de Porto Alegre, que poderia ter sido evitada. Não precisaríamos estar passando por isso. Decididamente não precisaríamos sofrer com tamanha devastação, perda e dor."    https://jefersonmiola.wordpress.com/

Pode ser que alguns dos fãs do SamPaulo não concordem e peço desculpas a eles. 

Não quis publicar nenhuma charge antiga relativa à chuva, mas posto uma que diz respeito ao muro da Mauá. Houve um momento, logo após a sua construção, em que foi feita uma campanha pedindo que o muro fosse derrubado. Os motivos eram a sua feiura e a nossa descrença de que protegeria a cidade. Naquela época, cada vez que chovia muito, a cidade alagava com a água que jorrava dos boeiros.

A charge é de 1974, ano do término da construção. Ainda bem que a nossa campanha fracassou...

Como em outras ocasiões, aí vão charges atuais de outros cartunistas:

Alexandre Beck e o Armandinho:




Edgar Vasques:
2010


Fraga


Jota Camelo

Maurício de Souza
até o Cascão encarou a água...

Miguel Paiva

Santiago

Schröder


Latuff
o governador Leite (de barba) e o prefeito Melo

ZéDaSilva


Ilustração de Fraga, para a coluna da Martha Medeiros no jornal Zero Hora:

Abraço a todos, Maria Lucia

p.s - para quem não viu as imagens:


sexta-feira, 3 de maio de 2024

3 de maio, aniversário do SamPa

 SamPaulo estaria hoje completando 93 anos,  mas foi embora cedo demais e deixou sua irmã gêmea comemorando sem a presença dele.

Onde estiveres, tio querido, recebe o meu carinho e Tia Theresa, um grande e carinhoso abraço neste dia!

Com o que está acontecendo no Rio Grande do Sul, está muito difícil rir e até sorrir. Mas, quem sabe tentamos nos alegrar um pouquinho, apesar de toda esta tragédia.

Abraço a todos, Maria Lucia

Em março de 1963, na Revista do Globo, SamPaulo criou a série "O filme que não passou" que publico hoje os primeiros 10 de um total de 27 desenhos.

p.s. para aumentar, cliquei em cima.





sábado, 6 de abril de 2024

Aniversário do Gigante da Beira Rio e...

Infelizmente, hoje estamos tendo que engolir a vitória do coirmão. Não sei o que diria meu tio SamPaulo, mas decidi fazer uma homenagem aos heptacampeões gaúchos. Quem mandou a gente morrer na praia...

E o pior: é pela segunda vez, snif...


Mas, PARABÈNS coirmão! A nós só resta disfarçar:

21 de julho de 1969

 (dia em que os norte-americanos pisaram na lua pela primeira vez) 


Mas, hoje é uma data muito especial para nós colorados, é o dia em que o Internacional mudou de casa, dia da inauguração do Estádio José Pinheiro Borda, o Gigante da Beira Rio. Foi no dia 6 de abril de 1969, um alegre domingo de Páscoa, quando Porto Alegre foi acordada pelos foguetes da "Alvorada Colorada".

1969



Texto do jornalista Nilo Vaz para a "Revista do Internacional" 
(publicação oficial do clube) de abril de 1969 

12 de abril de 1969



Matéria publicada no mesmo número da "Revista do Internacional":


Há outras postagens sobre o Beira Rio:


 
Abraço a todos, Maria Lucia 

p.s. - mais sobre o Gigante:

 

segunda-feira, 1 de abril de 2024

Para que não se esqueça, para que nunca mais aconteça!

Quem viveu aquele momento sabe que 1º de abril foi a verdadeira data do golpe de 1964.

Neste ano, em que se completam 60 anos, é um momento para des-comemorarmos o horror que se abateu sobre o nosso país naqueles anos tristes e difíceis de ditadura; para des-comemorarmos as centenas de vidas interrompidas e "desaparecidas"; para des-comemorarmos  as prisões ilegais, as torturas e os que sofreram e ainda sofrem com suas sequelas; para des-comemorarmos seu sofrimento e o de suas famílias; para des-comemorarmos o exílio forçado e o difícil recomeço na volta ao Brasil; para des-comemorarmos os militares que traíram e ainda tentam trair a nossa democracia;  para des-comemorarmos a censura,  a falta de liberdade e o medo que sentíamos.

Ditadura nunca mais!

Maria Lucia, editora.

Publicada em 18 de agosto de 1963.
 Faz tempo que a gente quer se livrar deles!
- O registro da sua candidatura ficou pronto, sim senhor. 
Vai aqui no bolsinho do seu novo fardamento.


23 de fevereiro de 1984

Estas são três charges que eu ainda não havia postado aqui.
Mas, há muitas outras que já foram publicadas.
SamPaulo, sempre foi um defensor da democracia e nunca se calou!










sábado, 30 de março de 2024

PÁSCOA!

 

Nos anos 1950. o Brasil teve sérios problemas de desabastecimento, de vários produtos importantes como carne, arroz, feijão, leite, trigo e açúcar. 


Revista do Globo, 1958


Revista do Globo, 1960


Em 1979, a Receita Federal decidiu usar a imagem de um leão (“animal forte e, embora não ataque sem avisar, é manso, mas é não bobo”) numa campanha publicitária para passar a ideia de que “o governo não seria condescendente com a sonegação”.


No dia 16 de março de 1990, Collor instituiu um "pacote" de medidas econômicas que ficou conhecido como "Plano Collor". Um mês depois, foi o domingo de Páscoa.

Outras Páscoas de SamPaulo:






                                  Abraço a todos!

                                 Maria Lucia


sexta-feira, 8 de março de 2024

SamPaulo e as mulheres

                           

     1958


                           1959

     1960

                                                     

                            1964    


     1968

                                  1983






Foi nos anos 1960 que a moda de usar calças compridas chegou em Porto Alegre, apesar de ter sido oficialmente lançada por Coco Chanel em 1930, na França. E a moda pegou, e como! 

Pois é, o uso da calça comprida andou junto com a liberação feminina. 
"Roupas sempre foram símbolo de pertencimento de classe e status econômico. Até hoje, um olhar atento é capaz de adivinhar muito sobre uma pessoa de acordo com o modo como ela se veste. Mas o vestuário tem implicações mais profundas.

Mostra disso é o que foi praticado por muitos séculos pelo sexismo masculino, que sempre tentou controlar as mulheres, determinando, inclusive, a maneira como elas deveriam se vestir. E, nesse contexto, a calça comprida é o melhor símbolo da opressão machista sobre as mulheres. Sob essa tentativa de controlar como as mulheres se vestiam, o evidente desejo de esconder a sensualidade dos corpos femininos."

em https://aventurasnahistoria.uol.com.br/noticias/almanaque/durante-seculos-calca-comprida-era-exclusividade-masculina.phtml

Minha homenagem a todas nós, mulheres do Brasil!
Maria Lucia



Outras postagens no "Dia Internacional da Mulheres":