segunda-feira, 8 de agosto de 2022

Um beijo para o gordo!

Jô Soares, um dos grandes da cultura brasileira faleceu no dia 5 de agosto. Iniciou na televisão em 1956 e até 2016 esteve alegrando a vida dos brasileiros. Foi humorista, apresentador, escritor, dramaturgo, diretor teatral , ator e um democrata. 

Não sei qual seria a charge faria SamPaulo para despedir-se dele. Mas, em sua homenagem, publico várias charges e caricaturas que encontrei na Internet. Abraço a todos, Maria Lucia

Ricardo Manhães

Carlos Ruas

Cazo

Ed Carlos

Guilherme Bandeira

Latuff

Brito

Fraga

JCaeser

Nando Motta

charge de Santiago, quando foi entrevistado pelo Jô

Cláudio

As seguintes são de Amarildo:


Pra quem não se lembra do Sebá:

Publico um texto do Facebook, de Elisa Kopplin Ferraretto:

"Está a maior confusão na porta do céu. Dezenas de pessoas - curiosamente, todas gordinhas - acotovelam-se para entrar. Cada uma diz uma frase aparentemente*sem sentido:

- Só porque eu sou pequenininho! - Eu me odeio! - Tirou daqui ó! - Falha nossa! - E pensar que eu saí de dentro dela... Transando o corpo numa ‘nice’! - Casa, separa, casa, separa...- O que que eu sou, que que eu sou, que que eu sou? - Você não quer que eu volte! Amancebou-se!! ‘Chose de loque’! - Vai pra casa, Padilha! - Não se deprecie, mulher! - Ai, com era grande!- Que maravilha!! - Tem pai que é cego... Cala-te boca! - Bocããão! - Me tira o tubo! - Queeein??? - Ô Valdir! A gente temos aí... - Quem me mandou aqui foi o Gandola! - E aproveita que eu tô calmo! - Meu nome é trabalho! - A ignorância dessa juventude é um espanto! - O que elas gostam...é do meu jeitinho! - Marilza, eu tô aqui!! - Eu quero aplaudir! - Eu tô falando com a Jupira! - Aqui tudo acaba em samba. - Muuuuy amigo!! - Falou o que não deve, vai pra gaiola! - Bota ponta, Telê! - Vamos malhar? - Viva o Gordo, abaixo o regime! Um menininho tenta estabelecer contato direto com o dono do lugar: - Alô, alô, papai do céu! Onde estás que não respondes? Aqui quem fala é Filico, o pequeno. Mas logo desiste, cansado e exclama:  -Soniiiinho!

Em um canto, o guarda Geleia treme de medo de ser assaltado. Vovó Naná lamenta nunca ter conseguido entrar para a televisão. O argentino refugiado ainda não sabe se vai declarar seu nome original, General Gutierrez, ou o codinome brasileiro, Severino Silva. O exportador de um bicho chamado corrupto espia se o animalzinho está bem dentro da gaiola. Dalva Mascarenhas alisa o bigode e ajeita os brincos. O Capitão Gay, defensor das minorias, sente saudades de seu ajudante e amigo Carlos Suely. O anarquista Júlio Flores lamenta não poder organizar mais greves. Zezinho está inconformado, pois nunca conseguiu assistir a um strip-tease completo. Kit Frutuoso gostaria de fazer mais um show com a banda Sangra Hemorragia. Al Cafona sente-se desguarnecido sem os seus mafiosos atrapalhados. Já o Coronel Pantoja está feliz, porque finalmente vai reencontrar o Coronel Bezerra para dois dedos de prosa...

Diante deste fato tão insólito, o Jornal do Gordo (o único jornal de televisão editado para pessoas mais ou menos surdas) vai dar edição extra. Também vai sair no jornal da Rádio Cruzeiro, aquele que os apresentadores encerram desejando ‘Boa nota’. Lilian Bife Quibe fará um comentário especial.

A um canto, muito elegante, bem acomodado em uma poltrona e com uma caneca na mão, um gordinho simpático observa tudo aquilo e tem uma ideia. Aquela gente interessante renderia ótimas entrevistas... Levanta-se, faceiro, quando vê se aproximar um companheiro de outros tempos, o Bira, que o convida para entrar. Olha o relógio, são 11 e meia. Faz um gesto com a mão, a babel de vozes se cala. Para sempre.

* Só aparentemente sem sentido. Porque todas elas são cheias de significado para a minha e outras gerações, que tantas vezes as ouvimos, nas noites de segunda-feira, no Viva o Gordo (e antes no Planeta dos Homens). Às vezes, nos causaram gargalhadas. Outras, um sorriso grato e cúmplice diante da forma inteligente e bem-humorada de burlar a censura e criticar a ditadura. E incluímos essas e tantas outras frases em nosso repertório, repetindo inúmeras vezes bordões que se encaixavam nas mais diferentes situações do cotidiano. Obrigada por tanto, José Eugênio Soares!"



Mais charges em: 

https://g1.globo.com/pop-arte/noticia/2022/08/05/jo-soares-e-homenageada-por-cartunistas-em-exposicao-virtual-veja.ghtml

 


domingo, 24 de julho de 2022

Hoje, ontem e "trasantonte", e será sempre igual?

 Anos 1980:


10 de agosto de 1968:

23 de fevereiro de 1980:

28 de maio de 1981:

7 de junho de 1981: 

5 de abril de 1983:

10 de maio de 1983:

setembro de 1987:

1991:
16 de setembro de 1997:


E tomara que não precisemos fazer isto com o Brasil!




sábado, 2 de julho de 2022

A alta do preço do leite, de novo...

Em 1956. a distribuição do leite no Rio Grande do Sul era feita pelo DEAL, Departamento Estadual de Abastecimento de Leite, depois Corlac. E o leite vinha em garrafas de vidro com tampinha de metal.


Em 1957, a então União Soviética lançou o primeiro satélite artificial, o Sputnik 1.






1980


1987

dezembro de 1989
O Governo Federal tabela os preços de alguns produtos para combater a inflação.



domingo, 19 de junho de 2022

a inflação ataca novamente II

 

anos 1960/ Folha da Tarde
CEEE (Companhia Estadual de Energia Elétrica/RS)

Anos 1980




1998


Em 1968, a Rainha Elizabeth visitou o Brasil. Como muito se tem falado nela, vejam como SamPaulo viu a visita:


Elizabeth gostava mais dos cavalos do que de futebol.
"Bento" é o "Grande Prêmio Bento Gonçalves", prova máxima brasileira para cavalos da raça Puro Sangue Inglês de Corrida disputada em pista de areia.

quinta-feira, 2 de junho de 2022

e a inflação ataca novamente...

1950

1957

1958 (COAP era a comissão estadual de abastecimento e preços) 
"Enquanto a plebe rude na cidade dorme", é um verso da música Café Soçaite, de Paulo Gustavo, gravada por Jorge Veiga em 1955. Para ouvir, é só clicar: https://youtu.be/01Xx2wHygRc


1960

1960

1968

1969

anos 1980

e para minha surpresa, encontro esta manchete hoje, na internet: "Brasil tem a 3ª pior inflação entre os países do G20; mas o que isso significa?"