domingo, 28 de abril de 2013

Não calo, GRITO!

Hoje quero homenagear três jovens historiadores: Carla Simone Rodeghero, Dante Guimaraens Guazzelli e Gabriel Dienstmann, autores do livro "Não calo, GRITO: memória visual da ditadura civil-militar no Rio Grande do Sul". 
A edição é da TOMO Editorial, dentro do projeto "Marcas da Memória" da Comissão de Anistia do Ministério da Justiça e estas charges de SamPaulo estão lá.
Agradeço aos autores e a seus colaboradores por mais esta contribuição para o conhecimento e entendimento do que foi a ditadura brasileira e "para que não se esqueça e nunca mais aconteça"!

p.s. para os gaúchos, sugiro uma visita à belíssima exposição "Onde a esperança se refugiou", sobre as ditaduras latino-americanas. Está na Usina do Gasômetro, 14h às 19h (segunda a sexta-feira) e das 9h às 19h (sábados, domingos e feriados), só até o dia 5 de maio.





Na capa do livro, a obra de Wilson Cavalcante,
 "Não Calo. Grito." de 1974


 






Duas charges sobre a cassação de deputados na Assembléia Legislativa/ RS. Publicadas no Diário de Notícias (Porto Alegre) 
em 1966.












Fazenda Annoni: http://www.vermelho.org.br/ba/noticia.php?id_noticia=26108&id_secao=8


* onde se lê "acervo pessoal de Maria Lucia Sampaio", leia-se: acervo pertencente à viúva de SamPaulo, Eneida Leal de Sampaio e a seus filhos, Paulo e Luiz Otávio Berquó de Sampaio

Nenhum comentário:

Postar um comentário